ComunicaçãoDízimo
 
 
 
 

O facebook como ferramenta de evangelização

31.01.2018 | 3 minutos de leitura
Darlan dos Santos
Tecnologia
O facebook como ferramenta de evangelização

O facebook se tornou a maior rede social do mundo, hoje já são mais de 2 bilhões de pessoas que usam seus serviços mensalmente, conforme estatísticas do último trimestre de 2017. Você já parou para pensar o que as pessoas estão fazendo, ou melhor, o que as pessoas estão procurando nas redes sociais?

A resposta dessa pergunta certamente é bem complexa, e meu objetivo aqui não é trazer dados, nem mesmo sou um grande especialista nessas métricas, mas, na minha visão, as pessoas não sabem o que querem e nem mesmo o que procuram. Você pode confirmar isso comigo, pois, certamente, já se pegou “gastando” seu precioso tempo rolando a sua timeline sem perspectivas ou interesses.

As pessoas estão no facebook para se relacionar com outras pessoas e/ou instituições que possam entregar algum conteúdo ou experiência de valor. É por isso que as páginas de humor, por exemplo, fazem tanto sucesso nas redes sociais, porque, de fato, entregam algo que acrescenta para a vida das pessoas, deixando elas mais felizes. E isso as pessoas valorizam.

Agora você pode estar pensando: “E a minha página, o que entrega para as pessoas?”. Pois bem, ótima indagação! O que tenho visto é que essa pergunta, grande parte das vezes, é muito difícil de ser respondida, pois nossas paróquias, comunidades, grupos e pastorais estão apenas “jogando” um conteúdo vago e sem planejamento nas redes sociais, sem pensar em seu público e nem mesmo no resultado que se espera das ações.

Já que as pessoas não sabem o que procuram na internet, e por vezes acabam caindo em tantas páginas vazias, com conteúdos tão deplorativos e contrários à nossa fé, por que não mudar essa realidade? Será que o evangelho não pode ser propagado de maneira cativante, para que as pessoas se encantem com isso e comecem a seguir a Cristo? Será que nossa Igreja não tem motivos suficientes para atrair a todos para uma vida pastoral mais ativa? Será que nossos testemunhos não são capazes de alcançar e tocar no coração das pessoas?

Eu acredito que sim, e acredito que temos um grande oceano azul para desbravar com intensidade, porque as pessoas não sabem do que precisam, mas nós sabemos: todos precisam de Cristo!

Então, que tal começar agora mesmo a usar do facebook para atrair e engajar as pessoas ao seu carisma e missão? Não importa se a sua realidade é uma paróquia, nova comunidade, pastoral, movimento, grupo de oração, enfim… 

Aproprie-se do facebook e faça a diferença!

Abaixo, listamos algumas dicas práticas de como você pode fazer um trabalho com mais qualidade nessa rede social tão importante no processo de evangelização. Bom proveito!


Comente com o facebook
 
  •