ComunicaçãoDízimo
 
 
 
 

Padres nas redes sociais: confira 8 dicas para garantir postagens adequadas!

30.01.2019 | 3 minutos de leitura
Taty Feuser
Comunicação
Padres nas redes sociais: confira 8 dicas para garantir postagens adequadas!

Já postou algo hoje? E o que você compartilhou? Parou para analisar a relevância da sua postagem? A rede social transmite nossa imagem o tempo todo e podemos dizer que é um espelho do que somos no dia a dia. Por isso, preparamos dicas valiosas para você utilizar essa ferramenta a favor da Igreja e da sua missão! 

1- Coloque a santidade em primeiro lugar

Peça orientação a Deus para ajudá-lo a usar as mídias sociais de uma maneira que o ajudará a se tornar mais santo. Antes de postar, pergunte a si mesmo: “É isso que Deus quer que eu seja? É assim que Deus quer que eu aja?” Se a resposta que lhe vier à mente for “não”, exclua seu post e continue o seu dia. 

2- Evangelize e oriente aqueles que precisam

Você pode usar as redes sociais para ajudar espiritualmente as pessoas, com conselhos, oração e ensinamentos. Compartilhe experiências e fatos que sejam relevantes para o seu testemunho de fé.

3- Coloque-se no lugar do outro

É primordial, antes de se postar qualquer coisa, avaliar como a mensagem vai atingir a outra pessoa. Correntes e piadinhas podem ser ofensivas. Na dúvida, não repasse. O Papa Francisco afirma que as redes sociais [podem] ser formas totalmente humanas de comunicação. Não é a tecnologia que determina se a comunicação é ou não autêntica, mas sim o coração humano e a nossa capacidade de usar sabiamente os meios à nossa disposição. Incentive o uso inteligente e saudável das mídias sociais com seu próprio bom exemplo. 

4- Evite tomar posição político-partidária

Este é o contexto em que é preciso avaliar a atuação do sacerdote, que é ministro de Cristo e do Seu Evangelho e, por isso, ministro da Igreja. O Diretório para o Ministério e a Vida dos Presbíteros explica: “o sacerdote, servidor da Igreja, que em virtude da sua universalidade e catolicidade, não pode ligar-se a nenhuma contingência histórica, estará acima de qualquer parte política. Ele não pode tomar parte ativa em partidos políticos ou na condução de associações sindicais, a menos que, na opinião da autoridade eclesiástica competente, o exijam a defesa dos direitos da Igreja e a promoção do bem comum” (n. 33). 

5- Preserve sua intimidade

Você não precisa postar todo e qualquer acontecimento da sua vida. Antes de escrever algo, pense se isso realmente vai ser interessante para os seus seguidores e até que ponto você precisa expor sua rotina.

6- Cuidado com as fotos

Publicações diárias de fotos suas nas redes sociais fazem você parecer egocêntrico. Procure avaliar sua postura na imagem antes de publicá-la, observe se está coerente com sua função na Igreja.

7- Tenha bom senso

As redes sociais são uma extensão de nossas vidas, portanto, ter educação é essencial. Além disso, o bom senso e o critério na hora das postagens podem ajudar a construir plataformas mais interessantes e seguras. 

8- Aproveite o lado positivo

Além de manter contato com amigos, lembre-se de que sua página social pode conter informações sobre acontecimentos e novidades relacionadas à Igreja para ajudar as pessoas a se conectarem e serem atraídas a ela.

Aproveite a conexão que a internet possibilita para gerar frutos agradáveis aos olhos de Deus! 

Mais em Comunicação
Comente com o facebook
 
  •